Monja Coen Roshi

Crianças internas


Crianças internas não estão internadas. Ficam lá dentro da gente, escondidas, resguardadas, esperando momentos de alegria ou de dor para mostrar seus rostinhos matreiros, seus jeitinhos tão simples de ser e sentir.

Crianças internas existem em todos nós, quer sejamos gente grande, de raça importante, quer sejamos gentinha daquelas bem atoinhas.

Todos gostamos de histórias simples para rir e para chorar.

Outro dia escrevi aqui um texto de arrepiar. Um Xamã, que é uma espécie de líder espiritual muito entendido em coisas que os outros não entendem direito, assim ligado com as forças da natureza e da vida, sabendo de onde tirar as boas energias para curar gentes, bichos, planta, serpentes e planetas… Esse Xamã, estava almoçando no mesmo lugar que eu, na Casa de Yiá Sandra e ele nos contou sobre crianças superdotadas em poderes paranormais que enviaram uma mensagem a todos Xamãs e religiosos do mundo pedindo que orassem pelas crianças internas dos senhores líderes das grandes potências em guerra, pelos seres cheios de violência no mundo, pois suas crianças internas estão amedrontadas, tristes, sem amor…E eu escrevera desamadas…


Como acontece com textos, nem sempre saem do jeito que a gente escreve. Tem problema de espaço e tambémtem erros crassos para serem corrigidos por copydesks bem pagos (ou não).

Acontece que saiu errado e logo o que eu escrevera virou outra história. O desamado virou desarmado…Será que quem não tem amor, não foi amado fica desarmado ou se arma de rancor, pega na arma da violência e do terror?